Skip to content

COMO CONDUZIR NA CHUVA, COM SEGURANÇA

19/10/2012
 
Com a chegada do período chuvoso,voltam a se repetir as velhas cenas: ruas alagadas,buracos submersos nas águas pluviais, pistas escorregadias e o mais comum: motoristas empurrando os seus carros “no prego”. As condições climáticas exercem uma forte influência na segurança do trânsito. Elas podem aumentar consideravelmente os riscos de acidentes. Por isso, os condutores devem ter todo o cuidado e dirigir com mais atenção ainda. O veículo, que rotineiramente deve passar pela revisão completa para evitar futuros problemas, não pode ser deixado de lado nessa época. Aqui, damos algumas dicas para você enfrentar o período chuvoso sem problemas.1. Visibilidade

 

Externamente estará reduzida assim como internamente, também. Ocorre o fenômeno do embaçamento dos vidros. Esse é um dos motivos que torna o ar-condicionado um item de segurança, e não apenas de conforto. Com o ar-condicionado ligado, sua visibilidade estará menos prejudicada. A recomendação ainda,é que além do ar-condicionado o condutor acione o desembaçador elétrico traseiro. Para quem tem o veículo sem esses itens, a recomendação é que os vidros sejam abertos um pouco para que assim possa circular o ar externo pelo carro. E atenção: para quem não tem o ar-condicionado é muito importante tomar cuidado no momento em que se tenta desembarçar os vidros. Muitas das vezes acontece do motorista tirar o foco momentaneamente do trânsito a sua frente. Essas frações de segundo de desatenção podem ser decisivas para envolvê-lo em acidentes de trânsito. Uma outra sugestão ao condutor que não tem o ar-condicionado dentro do seu veículo, é parar num posto e comprar um líquido desembaçante. É sempre bom ter em mente que assim como você passa a enxergar menos em dias chuvosos, outros condutores também passam por isso. Dirigir por você e pelos outros se faz mais necessário ainda.

2. Distância

 
 

Guardando maior distância com o veículo da frente, além de melhorar as condições para uma freagem, você terá garantido melhores condições de agir preventivamente (maior visbilidade e espaço), podendo-se antecipar às ocorrências. Gerencie adequadamente a velocidade de seu veículo.

3. Cuidados com os buracos escondidos pela chuva.
Eles representam verdadeiras armadilhas para motoristas. As maiores vítimas são as rodas e a suspensão do carro. A melhor solução é manter os pneus bem calibrados e evitar frear quando cair nessas crateras. Se o carro cair em um buraco com as rodas travadas, o impacto da batida é bem maior. Seu veículo terá sérios danos. Se você já conhece bem as ruas que apresentam bastante buracos e crateras, procure tomar outro caminho para chegar ao seu destino. Se não houver jeito, procure seguir as orientações.

4. Se o veículo estiver aquaplanando
Sob chuva, use marchas mais reduzidas para que o motor trabalhe com rotações um pouco mais elevadas e o motorista não precise acelerar tanto. O acúmulo de água sobre a pista é muito comum em dias chuvosos. Ao perceber uma área com essa característica, evite freadas ou mudanças bruscas. Se possível, reduza uma marcha, solte a embreagem e deixe o veículo passar já desacelerado. Só a ação do freio motor já é uma medida extremamente eficiente para essas situações, pois há um deslocamento do peso do carro para a frente, dificultando a perda de contato com o pavimento. É importante que o pneu do seu veículo esteja em condições. Pneus lisos ou meia-vida tendem a aumentar os efeitos da aquaplanagem por causa da quase ausência de sulcos. Para evitar os efeitos da aquaplanagem o recomendável, ainda, é que o condutor evite trafegar nas faixas externas da via, ou seja, próximo às áreas com formação de poças d’água. Se houver faixa central, vá por ela.

5. Em caso de enchente
O recomendável é que o veículo seja abandonado assim que o nível da água atinja o batente inferior da porta. As situações mostram que o carro começa a boiar quando a água fica acima das rodas. O condutor não deve esperar que o nível da água alcance as janelas para abandonar o veículo. Nessas condições, as portas ficariam bloqueadas e o condutor certamente não conseguiria vencer a correnteza, não temos enchente, porém temos o Rio dos Cachorros.

6. Redobrar a atenção
É fundamental redobrar a atenção em caso de chuva ou neblina. Se estiver na estrada e não se sentir seguro para continuar a viagem, o melhor é parar num posto e esperar o temporal passar para seguir viagem.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: